Vulcão Misti – A minha primeira experiência em alta montanha

Sou péssimo de memória, mas tem alguns perrengues que são inesquecíveis. O pior foi sem dúvidas a subida do vulcão Misti, em Arequipa no Peru. Montando o roteiro do que fazer no Peru, encontrei esse vulcão. Lendo à respeito, vi que era possível subir até o cume, algo que seria inédito pra gente e não poderia faltar na nossa viagem.

Leia mais

Aiguille du Midi – Mais perto do Mont Blanc

A gente não tinha planejado nada. Pra falar a verdade, Chamonix só estava no roteiro como ponto de passagem até Genebra. Mas alguns dias antes, resolvemos mudar o itinerário da Walker’s Haute Route e deixar um dia pelo menos na cidade e conhecer a famosa Aiguille du Midi. No final, tivemos quase dois e foi o suficiente pra aproveitar tudo que Chamonix tem pra oferecer.

Leia mais

Lyon – Um tour gastronômico por acaso

Último dia de viagem e a gente já tava contando as horas pra chegar em casa. Lyon era a última parada. Estávamos tão cansados que a gente não esperava muita coisa da cidade. A gente vinha de um trekking de 10 dias, mais de 140 quilômetros de trilhas, e o que a gente mais queria era chegar em casa. O que a gente não esperava era que Lyon seria um dos melhores lugares que visitamos em toda a viagem e logo mais você vai descobrir o porquê.

Leia mais

Cracóvia – Luz, camera… Tutti Frutti!

Cracóvia - Seja o que for, diga Tuti Frutti

Era nossa primeira vez na Polônia. O voo era de Bruxelas, na Bélgica, para Cracóvia, cidade ao sul do país, próximo à fronteira com a República Checa. Estávamos viajando, eu (Fernando), Érica, minha mãe e minha irmã, nessa época ainda não tínhamos as crianças. Iríamos ficar hospedados em um hostel, toscamente chamado de Tutti Frutti.

Leia mais

Fernando de Noronha – Cuidado com o tubarão

Fernando de Noronha - Cuidado com o tubarão

ávamos em Fernando de Noronha, eu e o Victor, meu namorado. Fomos mergulhar na Praia do Sueste, um dos melhores lugares pra observar a vida marinha em Noronha. Dava pra ver que o mar estava cheio de filhotinhos de tubarão-limão. Ficamos super felizes e tiramos fotos até dizer chega.

Leia mais

Tóquio – Onde estão as minhas malas?

Tóquio, Japão, penúltimo dia de viagem. Eu e uma amiga achamos interessante não viajar com a bagagem inteira. Decidimos deixar as coisas mais pesadas e as coisas que compramos em um locker e viajar com a mala mais leve pelo Japão. Não dava pra imaginar que as malas sumiriam em um locker no Japão. Difícil de acreditar não é?

Leia mais

Galápagos – Visitar, mas a qual custo?

Demorei bastante para escrever sobre a nossa passagem por Galápagos. Acho que eu ainda não tinha entendido como tinha sido a nossa experiência por lá. E pra falar a verdade, eu ainda não sei como explicar. É uma mistura de sensações contraditórias. Essa contradição é devido principalmente ao custo de se visitar as ilhas. Lugar único para se visitar no mundo, mas a qual custo?

Leia mais